sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Paisagem quem te vê, quem te fez?


          Muitas vezes ao ler  livro ou visitar um site encontramos imagens de paisagens como as de florestas, campos, marítimas, cujos originais haviam sido pintados ou fotografados. Mas quem são os artistas que as produziram? Porque eles as plasmaram? Em que época foram produzidas? e por aí seguem as nossas dúvidas.

             Mas a natureza é a paisagem ou a paisagem é algo separado da natureza? Assim a natureza pode ser registrada em fotografias

(foto de Lucinéia Chamorro, 2015, local Buenos Aires, Argentina)


             León Augustin Lhermitte pintor realista, em sua pintura Les Glaneuses, tem como protagonista da sua paisagem as pobres camponesas francesas recolhendo os grãos de trigo. A luz fria nos dá a sensação de desolação.

(Foto Lucinéia Chamorro, 2015, MNBA, Argentina)


             Ou as paisagens irreais de Eugenio Cuttica com sua Luna a menina translucida se dissolvendo na paisagem que tornou  o espaço do silêncio entre o céu e a terra.

 
(Chamorro, 2015, obra de Cuttica MNBA, Argentina)

                   A muitos séculos os artistas se preocupam em plasmar paisagens enquanto nós apenas as desfrutamos, tornando-as anímicas, trazendo significados emocionais para elas.

                     Bem a natureza é única não tendo começo nem fim, enquanto a paisagem é um produto cultural em que o artista ao vê-la, após uma reflexão decide qual o recorte que ele deseja, ele sente a força na natureza e a absorve completamente e utilizando os materiais que possuí a recria a partir de si mesmo. A paisagem é fruto do seu pensamento e de suas escolhas. Somente o artista pode criar e modelar uma paisagem.

                      Enquanto nós as observamos o trabalho do artista que plasmou a paisagem pintada/fotografada e não a natureza in loco. A partir de suas imagens nos emocionamos.



Nenhum comentário:

Livros muito bons

  • Anne de Green Gables
  • Manual do Artista
  • Minha vida na França

Quem sou eu

Minha foto
Amamos a Arte e suas diversas manifestações