quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Gralha Azul



A Gralha Azul 



As gralhas azuis que habitam os pinheirais do Paraná.

Elas sempre se alimentaram das sementes do pinheiros, e algumas elas enterram, guardando para os dias menos prósperos.

Muitas  sementes de pinhão guardadas sob a terra germinam tornando-se grandes árvores que passam a compor a floresta dos pinheirais.




terça-feira, 24 de setembro de 2013

Sapo Cururu


Sapo Cururu 

Cantiga Popular

Sapo Cururu na beira do rio
Quando o sapo grita, ó Maninha, diz que está com frio
A mulher do sapo, é quem está lá dentro
Fazendo rendinha, ó Maninha, pro seu casamento




Sapo cururu 
na beira do rio 
quando o sapo canta 
o maninha 
é porque tem frio 




A mulher do sapo 
deve estar lá dentro 
fazendo rendinha 
o maninha 
para o casamento 




terça-feira, 10 de setembro de 2013

Susi no Lago Igapó


     Um dos passeios prediletos da Susi é correr na margem do Lago Igapó. Nesse lugar onde o gramado cerceia as águas do lago, garças e biguás pescam, joões de barro fazem seus ninhos, formigas cortadeiras aparam a relva.

    Logo cedo no domingo ela já circula pela casa esperando feliz pelo passeio no final da tarde.


     Na hora de colocar a coleira para sair, A Susi já está na porta aguardando ansiosa o momento do passeio. Como todos os domingos desce do elevador chorando e ganindo, muitas vezes me pergunto se ela não está doente, mas que nada, o choro passa assim que chegamos no Lago.

        Mas ao chegar ao Lago, tudo muda, ela sente o calor agradável  do sol,  e fica muito feliz ao ver a amiga garça sob a ponte próximo à cachoeira.


       Escondida sob a queda d'agua ela descansa. 

      Susi, neste minuto abana o rabo para a Dona Garça e corre para o extenso gramado, pedindo seus brinquedos entre aus, aus e abanos de rabo.


     No gramado do lago muitas familias com crianças e cães se divertem, jogando bola, volei e rugby ou mesmo andando de bicicleta, ou simplesmente caminhando.


        O dia está lindo o céu limpo de um azul anil, com medo dos jogadores de rugby, ela não se aproxima, pois eles parecem ser muito fortes. Onde está a felicidade?


 A felicidade ainda se encontra nas mãos da Aninha, não jogou o brinquedo para que Susi possa caça seu tesouro.

    A Cegonha só observa do lago a correria da Susi entre idas e vindas pelo chão verde.


        Ela brincou a tarde toda, correndo atrás do ossinho de plástico vermelho.



Até que se cansou da brincadeira e parou para tomar uma deliciosa água gelada no colo de sua "mãe".


    Como todos os domingos não queria voltar para casa, mas se despediu da amiga Cegonha, já dizendo que a viria no próximo domingo.

     Dona Cegonha com certeza estará novamente nos domingos que se seguirão, vendo a Susi e os outros cachorros brincando de pegar e buscar.


    Ao Chegar em casa após um banho morno ela simplesmente dormiu, pois estava super cansada e feliz.



fim.









sábado, 7 de setembro de 2013

Gregory a nova casa


      Gregory, logo que chegou ao pet shop foi colocado em uma pequena gaiolinha para esperar o seu novo dono ou dona.


    No começo tentou abrir a portinhola, mordeu as grades, miou chamando a mamãe, depois conversando com os outros gatinhos entendeu que teria que esperar para ser adotado para sair daquele lugar.


      Com paciência a cada pessoa que entrava na loja, ele miava amavelmente parecia dizer:

   _ Me leva? Sou lindo e brincalhão.

     Gregory era tão bonitinho, tinha olhos grandes e era tão fofinho que ao entrar no pet shop uma criança se encantou com o pequeno filhote e pediu para a sua mãe se não poderiam leva-lo para casa.

      Sua mãe deixou e os dois tentaram pegá-lo da gaiolinha.

      O gatinho estava assustado e se encolheu todo. Mas a mamãe o pegou com todo carinho.


  A família agora estava completa com um novo membro brincalhão e sapeca.

  Ao chegar na sua nova casa Gregory , correu por toda a parte, ele queria  conhecer todos os cantinhos, desde o jardim, até os os quartos.


   No começo da exploração, começou com uma caminhada vagarosa e com olhar desconfiado, seus bigodinhos mexiam o tempo todo.

     Com curiosidade por vezes se sentava para olhar para trás e ver se havia alguma coisa ou alguém o seguindo.


    Quando saiu para o jardim ficou encantado com as flores e como a grama era fofinha e boa para correr e pular.


    Ele só não gostou de pisar numa poça de água, achou aquela água toda muito molhada....


    Entrou novamente na casa e resolveu brincar de pega-pega com seu novo amigo, se preparou e saiu


 correndo, saltando com o rabinho todo arrepiado.

     Depois de muito brincar pediu para seu amigo um pouco de lanchinho, estava com fome.



   Já era noite e estava na hora de dormir e Gregory ficou brincando na cama enrolado em sua coberta até a luz ser apagada.








domingo, 1 de setembro de 2013

Gregory - o gato no Pet

     Os gatinhos já corriam pela casa brincando e fazendo arte, já estava na hora de ganharem um novo lar. Os vizinhos levaram para suas casas alguns gatinhos mas um ficou sem um novo lar.

    Esse gatinho tão pequeno e esperto  foi levado pela Susana ao pet shop, ali ele poderia  encontrar uma nova família e ser adotado. Ao chegar lá, pela fresta do saquinho de pano, ele viu vários animais pequenos e grandes.

     Princesa, que se levantou preguiçosamente ao vê-lo chegar no colo da Suzana.




     Princesa se espreguiçou e começou a se alongar e logo abanou seu rabo de espanador toda feliz. O que seria aquilo nos seus braços, seria um lanchinho gostoso? 




     Não Bruno discordou, ele havia acabado de acordar em sua cesta, para ele era um novo brinquedo, daqueles de forma de bolinha ou ossinhos.




      Ao ouvir a opinião dos cães, Raul saiu da água, pulou até a folhagem para ter uma visão privilegiada do saquinho de pano.




      Olhou com atenção e gritou para todos:

       _ Pessoal é  gatinho!!!


      Nesse momento o Hamster Bob, parou de comer o seu milho..Seus olhos ficaram com muito medo. Ele era pequeno e havia chego um caçador na loja.


      Com suas orelhas abaixadas, encolhida em um cantinho Flopsy a  Coelhinha, ficou com medo.
       Ela disse:
      - Esse monstro tem dentes afiados, será o nosso fim?



     
       Apavorado Peter começou a gemer de medo e todo arrepiado ele disse:

       - Um monstro enorme com dentes afiados, e garras enormes, estou perdido. Socorro me salvem.


      Nisso saiu de dentro da sacola uma bolinha de pelos fofas, com olhos grandes e brilhantes, levantou a patinha e disse:

      _ Oi. pessoal. Eu sou o Gregory. Vamos Brincar?












Livros muito bons

  • Anne de Green Gables
  • Manual do Artista
  • Minha vida na França

Quem sou eu

Minha foto
Amamos a Arte e suas diversas manifestações